EDUCAÇÃO É O CAMINHO PARA UMA VIDA MELHOR.

EDUCAÇÃO É O CAMINHO PARA UMA VIDA MELHOR.

quarta-feira, 16 de abril de 2014

Feliz Páscoa


quarta-feira, 7 de março de 2012

HOMENAGEM DA ESCOLA A TODAS AS MULHERES PELO DIA INTERNACIONAL DA MULHER

 
Mulher...
Que traz beleza e luz aos dias mais difíceis
Que divide sua alma em duas
Para carregar tamanha sensibilidade e força
Que ganha o mundo com sua coragem
Que traz paixão no olhar
Mulher,
Que luta pelos seus ideais,
Que dá a vida pela sua família
Mulher
Que ama incondicionalmente
Que se arruma, se perfuma
Que vence o cansaço
Mulher,
Que chora e que ri
Mulher que sonha...

Tantas Mulheres, belezas únicas, vivas,
Cheias de mistérios e encanto!
Mulheres que deveriam ser lembradas,
amadas, admiradas todos os dias...

Para você, Mulher tão especial...

Feliz Dia Internacional da Mulher!

sábado, 21 de janeiro de 2012

ESCOLA MAGALHÃES PINTO É DESTAQUE NO ESTADO DE MINAS



Estímulo das escolas à leitura faz com que estudantes aproveitem as férias para ler

PDFImprimirE-mail
Durante o ano letivo escolas desenvolvem projetos que estimulam os alunos a lerem e eles não abandonam o hábito nas férias
Nathália Sarah Ribeiro Santos, de 09 anos, é uma prova de que uma boa leitura pode ser uma ótima opção para o período de férias. A estudante, que em 2012 vai cursar o 4º ano do ensino fundamental na Escola Estadual Olímpia Rezende Pereira, em Belo Horizonte, aproveita o recesso escolar para passear pelas páginas dos livros. “Eu adoro ler. Na minha casa tenho um saquinho que tem mais ou menos 10 livros. Eu já li quase todos, só falta um que tem 100 histórias”, conta. Em 2011, Nathália leu mais de 50 livros e este ano ela está empenhada em conhecer muitas histórias mais.
O gosto pela leitura não é exclusividade de Nathália em Minas Gerais, ao menos é isso que aponta o resultado do último Programa de Avaliação da Alfabetização (Proalfa), divulgado em dezembro de 2011. A estudante está entre os 143 mil de alunos da rede estadual que fizeram a avaliação. O Proalfa testa os níveis de leitura e escrita dos estudantes do 3º ano do ensino fundamental e os resultados mostraram que 88,9% sabem ler e interpretar textos em um nível considerado recomendável.
Alunos aproveitam as férias para ler.Foto:Renato Cobucci/Secom-MG
A proficiência média da escola onde Nathália estuda no Proalfa 2011 foi 653,49, enquanto a média do Estado foi de 603,81.  Mais importante que os números, contudo, é fazer com que todos os alunos sigam o exemplo da assídua leitora, e tomem gosto pelos livros. Segundo a diretora da Escola Estadual Olímpia Rezende Pereira, Silvana Pires de Carvalho, para alcançar esse objetivo, a escola desenvolve diferentes projetos de incentivo à leitura. Entre eles o ‘Ler é Viver’, iniciativa que é fruto de uma parceria com o Instituto Gil Nogueira e tem por objetivo estimular a leitura entre os alunos dos anos iniciais do ensino fundamental.
“A escola começou a desenvolver o projeto em 2007, desde então o desempenho dos alunos vêm só crescendo e eles ficam cada vez mais entusiasmados para ler. Conforme os alunos vão passando de ano eles vão lendo mais e o desempenho deles, em todos os conteúdos, melhorando”, ressalta Silvana.
O incentivo à leitura faz com que os alunos da escola busquem ler cada vez mais. Esse é o caso do estudante do 4º ano do ensino fundamental, Lucas Marques Brandão Reis, de 08 anos, ele confessa que lê menos no período de férias, mas não larga os livros. “Nas férias eu estou lendo menos, mas não deixo de ler. No último ano, eu li mais ou menos 30 livros, para esse ano quero ler uns 50”, planeja.
A aluna do 4º ano do ensino fundamental da Escola Estadual Governador Magalhães Pinto, no município de Senhora dos Remédios – Campo das Vertentes, Maria Fernanda das Graças Coelho Passos, 09 anos, também está a aproveitando as férias para ler. Para a estudante o momento dedicado a leitura ajuda em seu desempenho escolar. “Eu gosto muito de ler. Na escola a professora sempre fala que devemos ler bastante. Quanto mais eu leio, melhor fica  minha memória e meu desempenho. Nas férias eu já li tantos livros que até perdi a conta”.
Com o projeto ‘Dinamização da Biblioteca Escolar’, os estudantes do 1º ao 5º ano do ensino fundamental da Escola Estadual Governador Magalhães Pinto têm, toda semana, um momento de realização de diversas atividades na biblioteca. Por trinta minutos, cada turma conta e reconta histórias, faz interpretação oral dos textos e arte com dobraduras a partir das histórias lidas. O objetivo da ação está em dinamizar e reativar o uso eficiente da biblioteca.
A escola que também é destaque nas avaliações do Proalfa, com proficiência média de 671,35 em 2011, enquanto a média do Estado era 603,81.
Por meio de projetos estudantes desenvolvem paixão pela leitura. Foto: Arquivo ACS/SEE
Programa de Avaliação da Alfabetização
O Proalfa identifica os níveis de aprendizagem em relação à leitura e à escrita dos alunos e é parte da estratégia da Secretaria de Estado de Educação (SEE) para alcançar a meta de que em Minas toda criança saiba ler e escrever até os oito anos de idade. Os testes são anuais e aplicados em todos os alunos das redes estadual e municipais nas escolas urbanas e rurais e identifica o nível de aprendizado de cada aluno. O intervalo entre a aplicação dos testes e o resultado possibilita ações de intervenção na aprendizagem.
Os resultados do Proalfa em 2011 apontam um crescimento de 2,7 % comparado ao exame de 2010, quando o desempenho dos alunos do 3º ano do ensino fundamental que estavam no nível adequado de letramento foi de 86,2%. Quando a comparação se refere ao primeiro ano de aplicação do Proalfa, em 2006, o crescimento é maior. Naquele ano, 48,6% dos alunos estavam no nível recomendável.
Formando leitores
O ‘Ler é escrever’ é realizado semestralmente. As escolas participantes recebem do Instituto Gil Nogueira um kit composto por 40 livros literários que são trabalhados pelos professores em sala de aula. Ao termino do semestre, há uma premiação para os estudantes que conseguiram ler o maior número de livros. Em ordem decrescente de livros lidos, os estudantes são classificados nas categorias: Diamante, Ouro, Prata e Bronze e em cada uma delas recebem prêmios que variam de estojo escolar a aparelho de som.

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

NOSSA ESCOLA ESTÁ NO BLOG DA EDUCAÇÃO

Vale a pena conferir a postagem do projeto de leitura de nossa escola no blog da educação. O que é bom é para ser mostrado e a Leitura é muito importante na formação de nossas crianças. O link é:
Blog.educacao.mg.gov.br

Uma parada para não parar de ler
Elemento fundamental na alfabetização de qualquer criança, a leitura ganha força na Escola Estadual Governador Magalhães Pinto, no município de Senhora dos Remédios – Campo das Vertentes. Com o projeto ‘Dinamização da Biblioteca Escolar’, os estudantes do 1º ao 5º ano do ensino fundamental têm, toda semana, um momento de realização de diversas atividades na biblioteca. Por trinta minutos, cada turma conta e reconta histórias, faz interpretação oral dos textos e arte com dobraduras a partir das histórias lidas. O objetivo da ação está em dinamizar e reativar o uso eficiente da biblioteca.  Ao colocar as crianças em contato constante com os livros, a escola espera desenvolver neles o gosto pela leitura.
Na Escola Estadual Governador Magalhães Pinto, a bilbioteca é o cenário ideal para o estímulo à leitura. Foto: Arquivo da Escola
Na casa dos livros, os alunos também vão além e fazem até dramatizações das histórias trabalhadas. “Gosto muito do momento da biblioteca, e agora gosto de ler mais ainda. Na biblioteca a gente também faz teatro com fantoches”, explica João Fernando Souza Silva, aluno do 4º ano do ensino fundamental.
O projeto teve início este ano e é desenvolvido com todos os 238 estudantes dos anos iniciais do ensino fundamental. “Tenho notado uma melhora significativa na produção de textos deles, além do aumento do vocabulário”, avalia a professora Rosilene da Silveira e Silva. A atividade também é feita com os 50 alunos do projeto Escola de Tempo Integral.
“É apenas o início, o primeiro passo. Queremos que nosso aluno possa conhecer o mundo mágico, o mundo encantado, o mundo fantástico da Leitura. E nessa perspectiva, esperamos contar sempre com o apoio de toda a comunidade e das autoridades locais, com doações de livros, a fim de aumentar o acervo bibliotecário de nossa Escola e favorecer o desenvolvimento da leitura e de diversos outros projetos enriquecedores”, explica a professora de uso da biblioteca, Maria Aparecida Mendes de Araújo.
Arquivado em: Acontece na educação hudsonmenezes @ 13:22